O que esperar da educação pós pandemia

As mudanças no cotidiano ocorreram de forma rápida e abrupta ao longo de 2020. Todos no planeta foram afetados pelo novo coronavírus conhecido como Covid-19.

Essas mudanças atravessaram todos os estratos da sociedade. Após a pandemia, surgiram muitas dúvidas e incertezas que colocaram novas perspectivas sobre as relações e os próprios espaços.

Diante de constantes reestruturações e mudanças, os espaços de sociabilidade foram reinventados e as relações também mudaram.

E neste contexto, acredita-se que as escolas devem repensar toda a sua abordagem à educação devido à grande responsabilidade de que as mesmas tenham diante de um novo cenário pós pandemia.

Isso inclui mudar o que ensinam, como ensinam, quem ensinam e por que ensinam. Além disso, as escolas devem rever a natureza essencial de seus currículos e os seus métodos de educação.

Achou esse tema relevante para a aprendizagem do seu filho? Então continue a leitura até o final.

 

Pandemia e desenvolvimento educacional

Após o coronavírus, muitas reflexões surgiram em todos os círculos sociais sobre aspectos da vida social, e um deles é a aprendizagem de jovens e crianças após este momento desafiador que todo o mundo passou e está passando.

Isso levou muitas escolas, educadores e instituições educacionais a considerar novas ideias de mudança.

Por sua vez, os inspirou a descobrir novas abordagens para aprender e ensinar – junto com a avaliação – na educação.

Eles perceberam que essas alterações só poderiam ocorrer se os atores da educação estivessem dispostos a acreditar em novas ideias e experimentá-las.

Consequentemente, muitas escolas começaram a explorar novas direções após o fim do isolamento social.

Dessa forma, vê-se o desafio, mais uma vez, não somente dos jovens e crianças, mas de todo o corpo educacional, diante do desenvolvimento educacional pós pandemia.

 

Tecnologia e educação pós pandemia: teremos uma tecnologia educacional mais centralizada?

A tecnologia – que inclui ferramentas para aprendizagem e comunicação – tornou-se essencial na vida moderna, exigindo uma compreensão profunda da educação quanto à cultura digital.

As gerações futuras precisarão entender tanto o universo quanto a cultura em que estão imersas por meio de meios digitais.

Criar diálogo entre o conhecimento digital e a educação é considerado o grande desafio educacional do futuro pós-pandemia.

 Os efeitos tecnológicos do Covid-19 vão além de serem apenas uma questão de integralização das redes sociais, diz respeito a novas facetas do ensino com a utilização da tecnologia.

Sabemos que as escolas foram obrigadas a passar por uma fase de adição de elementos tecnológicos no ensino de uma forma não intencional.

No entanto, visualizou-se uma resposta positiva entre essa inclusão tecnológica e a aprendizagem, visualizando que é possível incorporar a tecnologia ao conhecimento.

E em decorrência disso, houve um aumento de métodos ativos e uma utilização mais ampla de recursos que melhor se adequam à realidade dos alunos com a utilização dos meios tecnológicos.

Dessa forma, como resposta de todas as mudanças abruptas sofridas no meio educacional, viu-se que a medida que novos desafios surgem, a sociedade é modificada e novos modelos de sociedade vão surgindo.

Sendo assim, se torna necessário uma nova adaptação na sociedade, de espaço urbano e educação para os cidadãos.

Conclusão

Por fim, resume-se que nesse exercício de compreender os impactos da pandemia do COVID-19 na aprendizagem dos jovens e crianças do Brasil, vê-se uma maior diminuição das aulas tradicionais, ou seja, as expositivas.

O cenário neste sentido caminha para uma educação mais ativa e tecnológica, que traz o estudante para o centro dos métodos de ensino.

Dessa forma, compreende-se que o caminho é receber a tecnologia com uma maior intencionalidade pedagógica a fim de usufruir dos melhores benefícios da mesma para os processos de ensino.

O que você, pai, mãe ou responsável legal, tem notado que a tecnologia influenciou na aprendizagem do seu filho? Comente abaixo.

Até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *